18 de março de 2020

Nostalgia da Onipotência

Viver é todos os dias dar à luz a significados. É buscar a inocência e a dignidade, mesmo sob a ameaça palpável da desolação de contornos […]
24 de outubro de 2019

Águas de dançar

Dançam corpos, ímpetos e medos; dançam paixões difusas  nas águas confusas que reverberam como em sustento. * Dançam lágrimas de a(pro)fundar, gozos e vozes que se […]
12 de novembro de 2018

Temporalidade

Hoje vou ser tempestade, vou desaguar alegria na superfície do dia, no escuro da claridade. ✣ Nessa tarde vazia, vou seguir destilando a chuva que me […]